fbpx
Pular para o conteúdo

Nossa total falência moral.

Nossa total falencia moral

Nossa total falência moral.

Nossa total falência moral – Esta semana me deparei com um post compartilhado por muitas pessoas, o texto era o seguinte:

[O corredor queniano Abel Mutai estava a poucos metros da linha de chegada, mas confundiu-se com os sinais e parou, pensando que tinha terminado a corrida. O espanhol BA, Ivan Fernandez, estava mesmo atrás dele e, ao perceber o que estava a acontecer, começou a gritar para o queniano continuar a correr. Mutai não sabia espanhol e não entendia.

Percebendo o que estava acontecendo, Fernandez levou Mutai para a vitória.

Um repórter perguntou: ′′ Por que você fez isso?” Ivan respondeu: ′′Meu sonho é que um dia possamos ter algum tipo de vida comunitária onde empurramos a nós mesmos e também outros para vencer.”

O repórter insistiu ′′ Mas por que você deixou o Queniano ganhar?” Ivan respondeu: ′′ Eu não o deixei ganhar, ele ia ganhar. A corrida era dele.”

O repórter insistiu e perguntou novamente: ′′ Mas você poderia ter ganho!” Ivan olhou para ele e respondeu: ′′Mas qual seria o mérito da minha vitória? Qual seria a honra desta medalha? O que a minha mãe pensaria disso?”]

Aquilo que seria o mínimo a ser feito torna-se algo surpreendente, se o espanhol cruzasse a linha percebendo o que estava acontecendo seria mau-caratismo.

No fundo é triste ver isso sendo noticiado dessa forma.

Quando as pessoas se surpreendem com essa atitude, estamos expondo a nossa falência moral, estamos considerando que fazer o mínimo e não ser um aproveitador é algo louvável, sendo que na verdade fazer o oposto é que seria execrável!

Concluindo, o yoga tem algo a dizer sobre isso?

Sim!!! Existe um Yama chamado Satya, que pede que o praticante viva em verdade, seria uma vitória verdadeira cruzar a linha de chegada?  Claro que não !!

Um outro Yama muito importante é Asteya, o “não roubar” do Yoga… Seria uma vitória roubada, algo na verdade profundamente injusto.

E concluindo, quando algo injusto acontece, a pessoa prejudicada sente isso como uma violência … ou seja, teríamos uma questão relacionada a Ahimsa, a não violência, que é outro Yama.

Se você não conhece sobre os preceitos éticos do Yoga, vale a pena pesquisar!

#espacoarjuna #ayurveda #yoga #autoconhecimento #sorocaba #saopaulo

Espaço Arjuna Centro de Cultura Indiana
Difundindo a Cultura Védica com respeito, ética e seriedade.

Nossos registros junto a Yoga Alliance® :
Formação de Professores de Yoga 
RYS300 – Saiba+,

Programa de Educação Continuada YACEP® – Saiba+
Professor Responsável: Fábio Almagro E-RYT500® – Saiba+

Cursos:
Formação de Professores de Yoga – Certificação Internacional Yoga Alliance RYS300 – Saiba+
Formação de Terapeuta em Ayurveda – Parceria Yoga Brahma Vidyalaya – Dr. Rugue – Saiba+

Tratamentos do Ayurveda:
Shamana – Ayurveda – Pacificação dos Doshas – Desintoxicação em Casa – Saiba+
Tratamento de Panchakarma – Ayurveda – Desintoxicação Corpo e Mente – Saiba+
Panchakarma em Retiro – Saiba+